fbpx
Aparelho fixo metálico: principais dúvidas respondidas pelo especialista
Aparelho fixo metálico: principais dúvidas respondidas pelo especialista

Aparelho fixo metálico: principais dúvidas respondidas pelo especialista

Home » Ortodontia » Aparelho fixo metálico: principais dúvidas respondidas pelo especialista

orto

Este mês de janeiro começa a nossa saga da ortodontia! Toda semana vamos lançar aqui no blog um tema diferente dentro do universo ortodôntico, e também responder às principais dúvidas em relação ao assunto.

E um dos assuntos mais pesquisados e comentados dentro desta temática é sobre os tipos de aparelhos ortodônticos, suas indicações, vantagens e desvantagens.

Por isso, para iniciar a nossa série, o primeiro tipo de aparelho que vamos esclarecer as dúvidas será: aparelho fixo metálico.

Usar aparelho nos dentes é algo que, em um passado não muito distante, era desejado e até considerado moda, descolado. Com o tempo, o procedimento deixou de ter essa pegada e as pessoas começaram a até recusar a possibilidade de colocá-lo, mesmo em casos de real necessidade de correção nos dentes.

O que acontece é que a maioria destas pessoas acabou criando no imaginário a falsa ideia de que o “único” tipo de aparelho dentário é o fixo metálico e, por não ser esteticamente o mais atraente, ele acabou sendo também o mais preterido, principalmente entre as pessoas com idade um pouco mais avançada, acima de 30 ou 40 anos, por exemplo.

A boa notícia é que a ortodontia vem se modernizando bastante de lá para cá e, hoje, há diversos tipos de aparelhos ortodônticos no mercado. Cada modelo tem uma finalidade e uma indicação diferentes que se adaptam a todos os tipos de gostos e bolsos.

Por isso, se você está pesquisando sobre os tipos de aparelhos para os dentes, você acaba de chegar ao lugar certo! Na nossa saga da ortondontia, vamos te contar quais são eles e tudo o que você precisa saber para iniciar o seu tratamento ortodôntico.

No primeiro artigo da série, vamos falar sobre o aparelho fixo metálico. E quem responde às dúvidas mais comuns sobre este tipo de aparelho é o cirurgião dentista Dr. Fabricio Pessone.

 

Qual a indicação para este tipo de aparelho?

Este tipo de aparelho apresenta uma excelente eficácia para a grande maioria dos problemas dentários. Sendo assim, não existe uma indicação específica. É um aparelho resistente e que permite um fácil acompanhamento e controle das correções pelo dentista. Pela flexibilidade de uso das cores dos elásticos, esse tipo de aparelho atrai mais a atenção de crianças e jovens.

Existe idade mínima e máxima para colocá-lo?

A idade mínima para a colocação do aparelho ortodôntico é após a troca da dentição decídua, ou seja, dos dentes de leite da criança, e isso ocorre por volta dos 11 anos de idade. E, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não existe uma idade máxima, desde que as condições bucais sejam favoráveis e não haja perda óssea. É claro que quanto mais jovem melhor, pois as formações ósseas e dentárias ainda estão em andamento, o que facilita a sua alteração.

 

Em média, quanto tempo a pessoa fica usando?

Um tratamento ortodôntico normal dura, em média, entre 12 e 24 meses. Mas este tempo pode variar devido a alguns fatores, como idade, necessidade de extrações, hormônios, medicações e etc.

Qual a periodicidade das manutenções?

Via de regra, o intervalo para manutenção é de um mês. Mas há recursos que podem ser adotados para os pacientes que não conseguem, devido à disponibilidade de tempo, fazer a manutenção mensal, ampliando este prazo para dois ou até três meses.

Os dentes ficam doloridos após a manutenção?

É normal que o paciente sinta os dentes doloridos após a manutenção, pois o dentista vai movimentar o dente que ele julgar necessário. Assim, é perfeitamente comum que os dentes fiquem doloridos por cerca de 3 a 4 dias, principalmente na hora de mastigar.

Existe alguma restrição alimentar?

Sim. Alimentos duros como nozes, castanhas, pé-de-moleque, pipoca, entre outros, devem ser evitados, pois a força usada na mordida pode fazer com que os bráquetes se desloquem ou até mesmo se quebrem. Alimentos pegajosos, como jujubas, caramelos e pirulitos também são recomendados, pois podem grudar no aparelho e, se não houver uma higienização adequada podem causar problemas como placa bacteriana. E, por fim, frutas grandes não devem ser mordidas diretamente, pois, assim como acontece com os alimentos duros, a pressão da mordida na fruta pode danificar o aparelho. Prefira cortá-la em pedaços.

Quais os cuidados com a higienização?

A escovação ideal para o aparelho fixo metálico é a interdental. Uma escova especifica vertical facilita a remoção das placas e do resíduo que fica entre os bráquetes. A escova ortodôntica também pode auxiliar neste processo, já que suas cerdas em “V” garantem a limpeza ao redor do aparelho. Além disso, o passador de fio é recomendado para a limpeza junto ao fio dental.

Ao colocar este modelo, a pessoa fica mais propensa a ter aftas na boca?

As aftas podem surgir no início do tratamento porque o paciente ainda não está acostumado a lidar com a nova fase. Assim, ele pode morder a bochecha ao mastigar ou mesmo bater a escova de dentes durante a escovação. Mas é tudo uma questão de se habituar.

A pessoa pode escolher qual modelo ela quer usar?

Somente após a avaliação do profissional é que o paciente poderá escolher qual modelo usar, isso se o tratamento dele der a possibilidade de mais uma opção. Paciente e profissional analisarão os pontos positivos e negativos das opções.

 

O custo dele é mais baixo que os outros tipos?

Sim, é mais baixo devido ao fator estético, se comparado aos modelos mais modernos, e também devido ao conforto. Mas a qualidade do tratamento é a mesma para todos os tipos de aparelhos ortodônticos.

Se você tinha alguma dúvida sobre o aparelho fixo metálico, com certeza, após as explicações do Dr. Fabricio, elas não existem mais.  =]

Este foi o nosso primeiro artigo da série semanal “ A saga da ortodontia”. No nosso próximo post, vamos conversar e tirar as nossas dúvidas sobre o modelo estético de porcelana, o queridinho de muita gente, hein!

Mas se você ainda quer saber mais detalhes sobre o fixo metálico ou qualquer um dos nossos serviços na Expodonto, não deixe de entrar em contato conosco agora mesmo. Nosso time de especialistas está pronto para lhe atender.

Deixe um Comentário

Relacionados

Aparelho autoligado-ortodontia

Aparelho autoligado: tecnologia, conforto e agilidade no tratamento

No terceiro e último artigo da série “A saga da ortodontia” vamos falar sobre o aparelho autoligado. Nos posts anteriores, sanamos as dúvidas mais comuns sobre o tipo fixo metálico e fixo estético, portanto se você perdeu a nossa resenha sobre esses tipos de aparelhos dentários é só acessar os links e conferir. O aparelho […]

leia mais
Aparelho-Ortodôntico-Transparente-1160x550

Tire todas as suas dúvidas sobre o aparelho fixo estético

No segundo artigo da nossa série “A saga da ortodontia” o assunto da vez será o aparelho fixo estético. Alinhar o sorriso e, consequentemente, aumentar a autoestima é desejo da maioria das pessoas que não gosta da aparência de seus dentes. E muito mais que uma vontade puramente estética, realizar um tratamento dentário pode ser […]

leia mais
criancas

O momento certo de levar seu filho ao dentista

Não existe uma idade fixa para levar seu filho a primeira vez ao dentista. O ideal é que desde cedo o tratamento odontológico seja preventivo, um acompanhamento atencioso com os primeiros dentes, cuidando para que não venham a ter algum problema. Alguns meses após o nascimento da criança pode-se observar em algumas delas, febre, irritação, […]

leia mais

NEWSLETTER

Receba as notícias em seu e-mail